Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2007

7

Fiquei com Saay a observar o interior desse suposto lugar guardado por rochas altas. Nada se avistava, mas o radar de Saay continuava a dar sinal de uma vida. Olhei para trás e reparei que os vultos, supostos habitantes de Roon aproximavam-se cada vez mais rápido .

- Saay , entra. Vamos ver o que nos espera do lado de dentro deste lugar.

Subi outra vez para a plataforma e voamos baixo. Ainda não tínhamos entrado quando achei este lugar um tanto ou quanto estranho. Pois tinha duas rochas altas, mas por dentro continuava igual, só uma espécie de prado verde sem qualquer parede como seria de esperar.

Entramos e quando passamos as rochas em cerca de 5 metros, ouviu-se um respirar ofegante.

- Que será isto?

Não se via nada. O prado verde continuava a ser a única vista que os meus olhos alcançavam. Mas Saay continuava a detectar uma forma de vida. Seria de baixo da terra? Também não via nenhuma entrada subterrânea . Não podia ser.

Em pouco tempo senti o ambiente a ficar húmido , como de vapor se tratasse. Foi quando olhei para a entrada entre as rochas e vi os pequenos Roonons ( habitantes de Roon ) assustados. Não entravam porquê? Algo de misterioso se passava, ainda por cima vinham com armas. As armas destes seres eram pequenas bolas que quando lançadas deitavam raios de diamante quando lançados ao inimigo. Não eram mortíferos , mas faziam com que o oponente ficasse paralisado .

Em pouco tempo apercebi-me do que se estava a passar. Ao lado das rochas começaram a formar-se paredes, como de uma muralha escondida que antes estivera invisível . Ouvi outra vez um respirar e ao mesmo tempo um sinal de alarme no radar de Saay . Alguma coisa estava muito próxima de nós. Os Roonons recuaram alguns passos da entrada. Quando me virei para além de ver todo um género de castelo agora visível a aparecer, também surgia um enorme monstro viscoso  com um formato semelhante a um escaravelho mas pele semelhante ao de uma cobra. Fiquei sem reacção a olhar para ele, quando se preparava para me atacar com a sua garra direita. Saay , num só ápice ligou os seus jactos e salvou-me num minuto. Entramos por uma porta que dava acesso a um túnel bastante escuro. Ninguém acreditaria que há segundos atrás isto estaria invisível !

- Obrigada por me salvares a vida Saay ! Fico-te a dever uma! Liga o teu radar, consegues detectar alguma saída ? - perguntei

- Não - afirma Saay - Mas estou a detectar outra forma de vida.

Fiquei a pensar, será que o facto de este castelo estar oculto também bloqueava as procuras do radar de Saay ? É possível .

O tunel onde nos encontrávamos tinha-se bifurcado.

- Vamos pela direita - decidi.

Saay deu mais um impulso nos jactos e continuamos pelo túnel . Parece que o monstro não nos tinha seguido...

Vimos alguém sentado numa clareira. Paramos um pouco para ver quem seria. Estava bastante escuro, pouco se via. Do interpretador do meu robot saiu a seguinte frase - Não tenham medo, sou um Roonon .

- Que fazes aqui? Perguntei intrigado.

- Estou a cumprir uma pena por ter invadido estes campos - respondeu o pequeno Roonon , agarrando-se as suas pernas num canto sentado.

- Campos da tal bebida valiosa?

- Não, isto são campos do cereal para nos alimentarmos. Esses campos que falas são do outro lado do planeta. Apenas procurava comida para sustentar a minha família . Mas o guardião prendeu-me.

- Falas do monstro certo?

- Sim. Mas temos de nos esconder, em breve vai aparecer nesta zona. Venham comigo.

Continua..

 

 

 

publicado por buxi às 16:27
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 9

. 8

. 7

. 6

. 5

. 4

. 3

. 2

. 1

.arquivos

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.Blogs

Dieta
Cidades Ouro
Codrelhices
Eng to PT
Comida gifs
Hello kitty
Parques Tematicos
Mini food
Pixel Art
Missangas
Lampwork forum
Diet
liçoes video PT
Sudoku corners
Sudoku
the secret
Trailer PT
historia
Utilidades
blogs SAPO

.subscrever feeds